- ENCOMENDAS MÍNIMAS 14€ -

- ENTREGAS EM 4/5 DIAS ÚTEIS -

5 Dicas para organizar uma Festa em Casa de sucesso

07 | 06 | 2020
5 Dicas para organizar uma Festa em Casa de sucesso

[powr-popup id="389d7217_1556983354"]
As palavras-chave são: organização e planeamento. Nós sabemos que esta é uma etapa aborrecida para muita gente, no entanto com a checklist que criámos para lhe facilitar todo o processo, tudo fica mais fácil. Tenha em atenção que planear a sua Festa em Casa é essencial para evitar desperdícios de tempo e dinheiro. 

A maioria dos nossos clientes procura-nos para a decoração de festa infantil, portanto, vamos utilizar esse motivo de celebração – o aniversário de uma criança – para a guiar nas considerações a ter para organizar uma Festa em Casa.

Decidir o dia e a hora

Estamos a falar de crianças, logo é muito importante ter em consideração a escolha do dia e da hora para gerir, por exemplo, hábitos de sono e de sesta. Consoante as idades é preciso ter em consideração um aniversariante rabugento porque não dormiu o soninho da tarde ou que no dia seguinte de manhã na hora de acordar reclama porque foi mais tarde para a cama. Estes ânimos podem “boicotar” a alegria da festa e em vez de termos uma fotografia a cantar os parabéns perfeita para emoldurar, se calhar fica o registo de uma birra por causa da rotina quebrada.

Os pais são quem melhor conhecem os seus filhos e a maneira como reagem, por isso devem escolher bem o horário e o dia da festa para corresponder às expetativas do aniversariante - porque é a pessoa mais importante da festa e é quem tem que estar bem-disposta.

Definir um orçamento

Às vezes, dependendo da altura do ano e das despesas que existem, há festinhas de aniversário que se acumulam com contas para pagar, o aproximar do natal, o plafond das férias. Mas não é motivo para desistir de celebrar o aniversário dos mais pequenos. É aqui que a organização e o planeamento ainda mais sentido fazem e, ao antecipar esta etapa, melhor consegue gerir as despesas e quem sabe até poupar. Há, por exemplo, alimentos e bebidas que podem ser comprados com muita antecedência e, por isso, o ideal é aproveitar as promoções existentes. Certamente já sabe, que é nas compras de última hora, na pressão e no desespero que se tem tendência a gastar mais dinheiro. Por isso, se quer economizar defina o menu e a lista de ingredientes e bebidas que quer comprar e esteja atenta às promoções.

Decidir quem convidar

Pois…esta costuma ser uma etapa difícil e está diretamente ligada e dependente do orçamento e do local onde se realiza a festa. Primeiro precisa de decidir quanto pode e quer gastar e onde vai fazer a festa para depois adequar a lista de convidados. Se é só uma festa para os familiares mais próximos, se pode incluir outros familiares mais afastados. Se os amiguinhos da escola também vão, etc.

Mal determine quantas pessoas “cabem” na sua carteira e na sua casa deve decidir como as vai convidar. As hipóteses, nos dias que correm, são muitas: se vai fazer convites impressos, enviar um email, telefonar, enviar mensagem. As possibilidades são imensas, não se esqueça é de que quando o fizer deve dar os dados todos necessários à pessoa para que, no dia da festa, não seja inundada com telefonemas a pedir indicações.

O mais importante é: o local, o dia e a hora. Depois pode incluir informação sobre a idade, um número de contacto e até coordenadas GPS para facilitar o convidado a encontrar a morada. Também podem ser úteis instruções sobre dresscode (por exemplo, no caso das crianças pode ser levar fato de banho se existir piscina, meias antiderrapantes se for para andar descalço) e, claro, um número de contacto para qualquer outro esclarecimento necessário.

Decidir o tema e a decoração

Esta etapa é a “praia” do Festa em Casa. Não é de todo um processo simples, mas, está claro que nós existimos para a ajudar a decorar dias felizes e tornar esta etapa mais fácil, rápida, e principalmente económica. Ou seja, o difícil vai ser mesmo conseguir escolher o tema. Só lhe podemos desejar ‘boa sorte’ para, no meio de todos os desenhos animados que o seu filho gosta de ver, encontrar a personagens favorita, o super herói que o faz delirar, um animal que o encante. Depois de decidir o tema e escolher os produtos que pretende personalizar deixe o resto do trabalho por nossa conta.

    Decidir o que vai servir

    Quer se prepare para servir um almoço, um lanche ou jantar esta é também uma preocupação central porque como anfitriã não quer, por um lado, deixar ninguém com fome e, por outro, passar a semana a comer restos ou desperdiçar comida que se estrague e tenha que ir para o lixo.

    Pode começar por ter em consideração algum tipo de restrição alimentar ou dieta alimentar como é o caso do veganismo, por exemplo. 

    Se a festa for apenas para crianças esta etapa torna-se simples porque os miúdos estão mais interessados em brincar do que em comer. Ficam satisfeitos com muuuuitas batatas fritas, sumos e coca-cola. Claro que o ideal é tentar equilibrar estas “asneiras” com umas espetadas de fruta e umas sanduiches de queijo e fiambre. O bolo de aniversário para “adoçar o bico” e mais uns docinhos e bolachinhas saborosas fazem a festa

    Mas se a festa “mete” adultos, a coisa torna-se mais complicada. Para refeições principais é verdade que é difícil escolher um prato quente que seja consensual, por mais que as massas pareçam conseguir cumprir esse requisito. Pode-se optar por reforçar as entradinhas ou até ter uma sopa para “forrar” o estômago dos mais esquisitos até chegar o momento de “atacar” as sobremesas. Nos lanches, o melhor é mesmo diversificar o cardápio para tentar agradar “a gregos e a troianos” e deixar toda a gente satisfeita. Os petiscos dão mais trabalho, é verdade, mas torna-se mais fácil conseguir agradar à maioria.

    Mas uma nota importante é que seja qual for o menu que delinear para servir tente apostar na simplicidade e evite opções que impliquem processos complexos de confeção para que não fique enfiada o tempo todo na cozinha. Mais uma vez a importância do planeamento de tudo é demonstrada e vem ajudar a escolher ótimas aperitivos para servir mas que deem menos trabalho.

    É muito importante que os anfitriões da festa também se divirtam e, convenhamos, que não é de avental e em frente ao fogão que o vão conseguir fazer. 😀


    CONSULTE TAMBÉM
    :

      Este conteúdo foi escrito com intuitos meramente informativos. A autora e o Festa em Casa declinam expressamente qualquer tipo de responsabilidade decorrente de quaisquer efeitos adversos resultantes do uso ou aplicação desta informação.

      Os Melhores Artigos

      Festa em Casa Blogue

      Este é o ponto de encontro entre o Festa em Casa e os seus clientes e, nesse sentido, o protagonista é você. Criamos este blogue para partilhar dicas e ideias de decoração de festas, cuidados a ter, lembranças criativas e brincadeiras a fazer. Faça-nos chegar todas as suas dúvidas e propostas para artigos que gostaria de ver publicados através do email suporte@festaemcasa.pt